publicidade

sexta-feira, dezembro 31, 2010

Nem cachorro aguenta o astral da casa do Mario Borrielo Quem - li na Hilde.

Disse que o cão do carnavalesco se jogou da janela e morreu.
.
Deve ser terrível prum bichano ter um dono assim...

Quem viver verá:

O capitão Rodrigo Pimentel, do Bope, de galã de novela do Manoel Carlos!

Adesivo de automóvel em Copacabana:

"Não quero saber de convite pra posse da Dilma. E a minha nomeação?"

A passagem da princesa Caroline de Mônaco pelo Rio tem mexido com o ânimo da moçada.

Tem gente que já aderiu até ao sobrenome da moça, assinando Grimaldi.
.
Que tal?
.
A coté blasé da turma habitué do Fasano tem excedido.
.
Chega dar pena.
.
Feito aquela propaganda do Seguro Bradesco: "vai que" fulano não acorde dos devaneios à lá Mônaco!?!
.
Minha Santa Delma Seraphim!

terça-feira, dezembro 28, 2010

É grave o estado de saúde da Sra. Lily Marinho, internada na Clínica São Vicente...

A notícia saiu na coluna do Bruno Astuto, hoje, no jornal O Dia.
.
Depois eu conto sobre meu primeiro encontro com a dona Lily, então de Carvalho, eram os anos 80. O apê da Avenida Atlântica, capotante. Eu , ela, o visagista e saudoso Alain Durand e um fotógrafo, doses de champa, ela recém-chegada do exílio em Paris, calça jeans e camisa branca. Página inteira, texto meu, na Última Hora. E depois vieram as festas de réveillon de-li-ci-o-sas, incluindo aquela em um barco na Baía de Guanabara, fui a todas, vou contando. Força, dona Lily!

quinta-feira, dezembro 23, 2010

Por que será que toda vez que se fala em Roberto Carlos na TV sempre aparece o povo cantando músicas dele nas ruas?

Aposto na falta de criatividade dos pauteiros.
.
Xarope.

A música do verão carioca é o jingle do Bradesco.

Aquela, acho que na voz da Vanessa da Mata, que diz "se você vier, eu vou...".
.
O criador merece um prêmio.

Saiu a esperadíssima lista dos gays do ano, no blog imperdível do jornalista e filósofo Waldir Leite.

O apanhado é intitulado "Golden Gays".
.
Como me julgo incapaz de comentar tantas pérolas de bom humor e inteligência, eis AQUI o link. Vale a pena ler.

Abuso de poder é isso:

A Prefeitura do Rio assinou contrato com uma cerveja, e esta "doou" cadeiras e barracas vermelhas para os barraqueiros das praias do Rio. Ponto.
.
Conclusão: em seguida, surgiu um decreto da Prefeitura elegendo o vermelho como "A" cor exclusiva das praias, sugestionando a cassação, pelos agentes do choque de ordem, daquele material que foge à nova regra, ou seja: se o cara tinha barracas amarelas para oferecer a sua clientela, terá (e já está acontecendo!) tudo apreendido.
.
Não é piada.
.
Se você chegar de biquíni azul, correrá o risco de sair da praia peladona.
.
Francamente.
.
Aquela beleza colorida das praias do Rio, digna das praias do Rio, a cidade mais plural do Brasil, está, provisoriamente, proibida.
.
Digo provisoriamente porque já soube que tem gente que vai entrar na Justiça contra esta maluquice ditatorial.

quarta-feira, dezembro 22, 2010

Michelle Obama, a mais bem vestida de 2010...






















Depois vão chorar na cama, que é lugar quente...

Chama-se "Festa no apê" o programa mais badalado de (in)certo e grande grupo do mundinho gay carioca.
.
É isso mesmo que você está pensando: centenas de cabeças, todo mundo nu, sem lenço, sem documento. Gente que nunca se viu na vida se encontra pra fazer sexo. Ponto.
.
Consta que certos casais gays da TFP carioca, muito "bem casados", já aderiram.
.
Gente fina é outra coisa.

terça-feira, dezembro 21, 2010

segunda-feira, dezembro 20, 2010

domingo, dezembro 19, 2010

Um amigo que leu a biografia do Ricardo Amaral me diz que é impressionante como rei do uísque fake é preconceituoso.

Perguntei se no livro consta a história de um dia em que o Ricardo Amaral chegou na sala de casa e encontrou um maquiador gay da Gisela, que não havia chegado...
.
Meu amigo disse que não.
.
Que pena. Trata-se de uma história e tanto.

A chata da Carolina Díqueman não sabe nem morrer.

Diana não segurou as pálpebras - pupilas arregaladas - depois do último suspiro.

Só há uma palavra para Suzana Vieira no Faustão - palavras, figurino, cantoria:

de-pri-men-te!
.
Sabe crônica de jornal que você não consegue passar do primeiro parágrafo? Troquei de canal.

À venda em Ouro Preto a casa brasileira de Elizabeth Bishop

"Entre as décadas de 1960 e 1970, a Casa Mariana (assim chamada em homenagem à escritora Marianne Moore), localizada no centro histórico de Ouro Preto, MG, foi a morada da poeta Elizabeth Bishop, um dos mais expressivos nomes da literatura norte-americana do século XX. Construído nos primórdios de 1700, o imóvel guarda suas características arquitetônicas originais, além de inteiramente conservados os móveis antigos e utensílios que pertenceram à célebre poeta. Evidencia-se, assim, o seu raríssimo aspecto histórico. Cercada de jardins e pomares que ocupam mais de 7.000m² da propriedade, a residência possui 513m² de área construída, com cinco dormitórios, três banheiros, salão de estar com lareira, sala de jantar, cozinha, porões de pedra habitáveis e uma varanda, de onde se contempla uma vista indescritível da cidade e das montanhas. "

quarta-feira, dezembro 15, 2010

Fui ver o site dos vendilhões da elegância da Perla Mattisson.

Juro que estou boquiaberto até agora com a falta de critério e de refinamento desses leiloeiros.
.
Passam nos cobres as roupas daquela que foi uma das mais bem vestidas do mundo, coisa que jamais ela faria em vida, não dizem para onde vai o dinheiro e, não fosse trágico seria uma piada, sequer se dão ao trabalho de cuidar do que se vende. Em algumas fotos de roupas e sapatos da liquidação, há informações do tipo: "precisa lavar", "bainha frouxa", "gola amarelada", "fivela com manchas escuras", "cetim do calcanhar rasgado", "couro gasto nos dois calcanhares", "os dois pés estão com o couro desgastando na frente", "o couro está com rachaduras, principalmente no pé esquerdo", "forro da bainha descosturando", "gola manchada de maquiagem" etc, etc...
.
Das duas umas: os caras não sabem o que é uma lavanderia, ou um sapateiro, e a elegância, neste caso, não é francesa.

segunda-feira, dezembro 13, 2010

Vá entender: a Globo critica a homofobia na Paulista, e dá um show de homofobia na Malhação.

O ator José Loreto, de Niterói, volta à Globo participando do especial de Natal Fiuk-Fabio Junior.

O rapaz bate um bolão.
.
Não sei se já foi fotografado nu pelo Torquatro.

É implicância minha ou esse retraído Luan Santana é um chato?

Primeiro que, ao vê-lo, tenho a impressão de que ele caminha como se tivesse com algo preso no meio das pernas. Você já esteve no meio da rua com dor de barriga? Assim.
.
E outra coisa: que mania que alguns (in)certos setores da Globo têm de arranjar namorada para todo mundo! Deixem o cara, com namorada, ou namorado, a vida é dele.
.
Quando Luan foi ao pograma (programa é outro naipe) da Ana Maria Braga, se deu a mesma lenga-lenga: "você tem namorada?" Ele saiu pela tangente.
.
Ontem, Luan foi novamente posto na parede pelo "Fantástico" slow da vida, e respondeu: "não tenho tempo pra mina".
.
Quando eu era criança, havia a história de que um conhecido teria chegado em casa, família toda reunida na sala e, desligando a TV abruptamente, declarado de supetão: "Oi, pessoal, meu nome é Gal, tenho 15 anos". E não parou de soltar a franga daí então.
.
Torço para que o Luan faça o mesmo em horário nobre, ao vivo. Na Globo.
.
.
PS. Nunca vi a Globo perguntar por namorada ao Bruno de Lucca.

quarta-feira, dezembro 08, 2010

A pergunta que não quer calar: por onde anda a LuduBoni?

O verbo da hora é "orkutzar"...

Isso mesmo, corruptela de Orkut.
.
Mas só se for para chochar.
.
Usa-se assim: "fulana orkutzou a festa de sicrana, já que chegou cheia de goró na cuca".
.
Ou: "aquela calça medonha da Maria orkutzou seu visual".
.

Ou ainda: "Ai, que saco, estão orkutzando o Twitter"...
.
É que, com o advento do grã-fino Facebook, o Orkut teria confirmado seu pé no segundo time, na ralé, na chinfrim.
.
E tenho dito.

Esse Aécio Neves não desiste. Acabei de ler na antenada Lu Lacerda que ele "está morando com a namorada".

O senador ainda acaba posando pelado para o Torquatro.

Gente que não vive sem poder é um problema. Esse Juca Ferreira, por exemplo.

Pô, o ministro da Cultura do Lula achou de fazer até um pronunciamento em rede de TV. Disse nada com nada, só para marcar presença ("alô, Dilma, estou aqui!").
Afora o fato gravíssimo de andar fazendo reuniões com artistas, festividades em torno da permanência do seu nome na pasta cultural do próximo governo. Quem conhece a presidente sabe que essas atitudes não a comovem.
.
Larga o osso, Juca! Seu tempo já passou.
.
A nova ministra da Cultura virá de Minas - terra da Dilma.
.
.
PS. Vem aí um banho de água fria em certos jornalistas que andaram lançando seus nomes para o Ministério da Comunicação. A escolhida será mesmo a gata Helena Chagas.