publicidade

terça-feira, dezembro 31, 2013

Duas passivas casadas fazem o quê? Tricô ou crochê?

domingo, dezembro 29, 2013

Esse #juntoemisturado tem o dom de me matar de rir todas as noites de domingo... #chicoanysiovive

Depois de literalmente ter incorporado uma pomba gira no palco do rei Roberto Carlos, na Globo, Lulu Santos vai cantar em Copa na virada (ops).

Com aqueles atabaques todos à volta, periga no próximo The Voice o guapo surgir vestido de iemanjá.

O melhor jingle de fim de ano na TV é o da Caixa Econômica Federal.

Instagram Deprê

Tem gente que é tão carente de atenção... No Instagram há uma turma enorme de seguidores de famosos que vive a postar comentários destes tipos: "troco likes" / "siga-me e eu sigo de volta" / "quem curtir minha foto ganha 10 likes"...
.
Depressão acionada em 3,2,1.

Anderson Silva

Anderson é muito fanfarrão para meu gosto. Por isso não torço por ele. Ouvi no JN que na pesagem ele estava com 16 assessores, enquanto o outro, com apenas um treinador. Vivo ouvindo histórias dele se negando a dar autógrafos ou tirar fotos com crianças em lugares públicos... Bem feito por ter perdido - não por ter quebrado a perna.
.
Ademais, gente, isso não é esporte, né...
.
E como esse povo faz humor nas horas mais impróprias, li por aí que já está garantido o Anderson "entrar 2014 com o pé direito"...


Foto: reprodução do Facebbok

quinta-feira, dezembro 26, 2013

O vencedor do The Voice

"A Globo decidiu pela vitória do 'Bigode Grosso' no The Voice". 
.
Minha fonte é digna, mas não tou acreditando...
.
.

PS. Atualização da meia-noite: fonte na geladeira.

Divertics subiu no telhado

Reunião entre a cúpula da Lopes Quintas, da TV Globo, demonstrou preocupação com o fracasso total do "novo humorístico" da casa, o tal do Divertics. Chato e sem graça.
.
Planejamentos de mídia das grandes agências têm deixado de lado a atração por falta de audiência. Você sabe: neste mercado, tudo é pesquisado e auditado, e não se anuncia perto de time que está perdendo.

domingo, dezembro 22, 2013

VAIA SONORA PARA O POLICIAL MILITAR LUCIANO MONTEIRO, QUE APARECEU NO FANTÁSTICO, NO QUADRO "VAI FAZER O QUÊ"...

UM POÇO DE ARROGÂNCIA. MANCHANDO O NOME DA CORPORAÇÃO.
.
O QUADRO É AQUELE QUE, SEM SABER QUE ESTÃO SENDO FILMADAS, AS PESSOAS SÃO APANHADAS FRENTE ÀS CENAS MAIS IMPROVÁVEIS. ESTA VEZ FOI A DE UM SENHOR (ATOR) QUE SE DIZIA "DESEMPREGADO", APANHANDO PRESENTES PARA SEUS FILHOS NA ÁREA DE RECOLHIMENTO DE DONATIVOS DE UM SHOPPING. HUMILHADO AO RECOLHER UMA BOLA PARA SEU PEQUENO, E EXPLICANDO - COM VOZ INIBIDA - SUA CONDIÇÃO PERICLITANTE, O ATOR QUASE APANHOU DO TAL DO PM, QUE O XINGOU (A CENA TEVE A VOZ CAMUFLADA, DAÍ A GENTE A IMAGINAR PALAVRÕES), GESTICULOU COM ARROGÂNCIA, ARRANCANDO OS "PRESENTES" DAS MÃOS DO TAL DESFAVORECIDO.
.
UM DESPROPÓSITO.
.
É POR ISSO QUE A PM ESTÁ DO JEITO QUE ESTÁ. FALTA CAPITAL HUMANO.
.
SE EU FOSSE COMANDANTE, DAVA-LHE UMA ADVERTÊNCIA.

Julgamento de Frankie Mackey foi marcado para maio/2014

Juiz carioca quer saber quem foi que ajudou o réu a matar o sócio, já que perícia e testemunhas apontam a presença de uma terceira pessoa na cena do crime, "homem branco, alto, forte e de cabelos compridos".
.
O processo nº 01145990820048190001 tramita na 4ª Vara Criminal do Rio de Janeiro.
.
Veja abaixo um vídeo antigo de reportagem no Jornal Nacional.
.





MomentCam de Nininha Magalhães Lins


terça-feira, dezembro 17, 2013

"MomentCam" no society carioca

 Carmen Mayrink Veiga

Mariza Coser 

 Sônia Madruga

Tanit Galdeano

MAURO E ELZA VIEGAS, O SUPRASSUMO DO CHIQUE CARIOCA, 70 ANOS DE CASADOS

Não teve cascata de camarões, chafariz de chocolate, limousines, foguetões e bandeirolas, garçons-gogo, tampouco champanhe barato em garrafa de bebida francesa. Quem sabe não houvesse pulseirinha "vip" para delimitar o charme do um para com o outro? - perguntou-se um desavisado. Nada disso.
.
Houve quem cogitasse a presença de uma cantora famosa, uma tenda na Marina da Glória, filas de manobristas na porta do MAM. Necas de pitibiriba. Batedores nas cercanias dos automóveis Lagoa-Barra afora? Não. Papai Noel vindo à mesa, na hora do jantar, importunando os convidados - afinal é Natal? Negativo.
.
A festa era do suprassumo do chique carioca, portanto, não cabiam os salamaleques fabricados pela nova riqueza que gravita as colunas sociais locais. Não tinha daquele tipo de colunista que troca notinha por coxinha, aliás.
.
Mauro e Elza Viegas, que produziram uma filharada, uma netaiada e uma bisnetaiada que enchem o Rio de orgulho, completaram, lindos de viver, 70 anos de casados. Bodas de Vinho! Não preciso dizer que a N.S. do Outeiro estava engalanada, iluminada como deve ser, para receber a família e os amigos mais próximos. Depois da missa, drinks, champa, sorrisos e charme, muito charme, no salão anexo. Mercedes e Eza, as filhas do casal (com os irmãos, claro), borrifavam aquela atitude racé que trazem desde o berço. Cristina Granato fotografou.


 O casal



 Olívia Hime e Antônio Pedro Figueira de Mello (neto)

O casal com o neto Antônio Pedro F. de Mello e Mauro Viegas Filho

O casal ao deixar a igreja com a filha Mercedes 

 Felipa Corrêa de Sá com a avó, Therezinha Noronha

Elza com o filho João Alfredo

 João Alfredo com a mulher, Roberta, e a filha, Felipa

João Carlos Viegas (filho do casal) com os herdeiros Pedro, João e Isabel V

Os primos André Viegas Elkind e Luiza Figueira de Mello (netos)

Murray Groves com a mulher, Isabel Viegas (neta)

Mauro e o filho Ricardo

A linda Juliana Davies com o filho Francisco e o marido João Felipe Viegas (neto)

 Patrícia e Antônio Pedro Figueira de Mello

A categoria de Eza Viegas Figueira de Mello com o neto Francisco

A marchand Mercedes Viegas, o dom de ser única, com os filhos Andre, Cesar e Miguel

Os manos Mercedes, João Alfredo e Eza

Dona Elza e Sr. Mauro com a netaiada que orgulha o Rio

sexta-feira, dezembro 13, 2013

A "CONQUISTA" DA LIBERTADORES PELO FRAMENGO

SOBRE O FLUMINENSE E O "TAPETÃO"

Entrei na onda de sacanear o Fluminense no caso do recurso, afinal futebol é zoação, mas neste caso não há virada de mesa. É a lei do futebol, e lei foi feita para todos. Li parte do código. Tem gente (ouvi do Boechat, hoje) justificando que a Portuguesa "cuspiu" e "vai receber pena de quem assassinou". Não é bem assim: a pena é a perda de pontos, o que, no caso da Portuguesa, a leva para a série B diante de sua fraca campanha no Brasileiro. A pena não é "descer para a série B". Se a Portuguesa tivesse com 70 pontos e perdesse 3, não desceria de categoria. 
Abraços em meus amigos tricolores...

Eric Schauss, modelo carioca, a cara do momento. Veja fotos