publicidade

sábado, junho 24, 2017

O que aconteceu com Fabio Assunção em Pernambuco?

Minha meia-dúzia de leitores sabe que não sou afeito a publicar notícias de TV, a não ser que sejam sobre dona Ruth de Souza, Fernandona Montenegro e Laura Cardoso, mas Fábio Assunção foi preso "por desacato", no interior de Pernambuco, onde estava a divulgar um trabalho feito para o cinema.
Claro, os tempos são os do "Face Live", e uma alma nada caridosa tratou de filmar a prisão e pôr na internet.
No vídeo, aparece até um pernambucano dizendo que o ator seria "linchado", que coisa.
O fato é que o ator estava alterado, não se sabe se apenas por ter tomado pinga, mas já há gente dizendo no rádio que ele teve uma "recaída nas drogas". Que sina! Nestas horas, há especialistas e conselheiros em/sobre tudo.
Se ele desacatou a poliçada do lugar, não posso dizer, mas que é um exagero o cabra pernambucano gritar que o ator seria "linchado", é.
Agora, vamos aguardar as entrevistas - na Sônia Abrão, não como pão - do soldado da PM e do delegado, todos querendo um minuto de fama às custas do galã. Que aliás está em cartaz no Viva, naquela novela da Branca, do Manoel Carlos, e da meio-metro Regina Duarte, que vomitou ter votado "no Aécio", mas agora teve de engolir a golfada.
Fico com o Assunção! Sempre.


domingo, abril 09, 2017

TROFÉU "O TRAQUE DE SEMPRE"

Quanta deselegância do sr. Ricardo Amaral, hoje, falando do Neymar no jornal "O Globo", como se o Neymar precisasse dele para alguma coisa. E ainda tem gente que idolatra esse ridículo, só pra tomar uísque de graça.

Comigo nunca teve vez.

sexta-feira, dezembro 16, 2016

O site mais chic do Rio

O Rio de Janeiro ganhou um site que é a cara da cidade. Com estilo e cheio de bossa. Veja lá. E comente. Clique na foto.


quinta-feira, novembro 17, 2016

Casa Versace abriu um hotel palácio em Dubai. E você aí todo pimpão porque se hospedou no Copa

Depois do sucesso estrondoso na Austrália, a Casa Versace mostra todo o poder da moda, agora, em Dubai, com um hotel sensacional em forma de palácio, com vista para o Khor, o rio que transformou-se em uma verdadeira riviera francesa árabe. Como não poderia deixar de ser, a opulência é a marca. Ouros, mármores, medusas, muitas medusas. Coisa para gente grande, e que crava a marca do sucesso de administradora na testa da Donatela Versace, em quem pouca gente acreditava quando assumiu os negócios, depois da morte do irmão.
O Palazzo Versace tem três restaurantes gourmet, SPA, três piscinas, e mais, e mais.
Bora carimbar o passaporte?

(PS. É claro que a citação ao nome do Copa, no título, é só uma brincadeirinha. Nenhum menosprezo ao ícone da elegância carioca, embora pareça, e eu até queira que pareça, você me conhece...)

Fotos: Divulgação


O novo hotel tem três piscinas


O palazzo tem vista para o rio Khor


Muita classe nos ambientes


A opulência, marca da Versace, também está presente no hotel

quinta-feira, novembro 10, 2016

Morreu Evelina Chamma. Era tão chique, que chegou a quase 100


A roda da vida já tinha girado mais de 95 para a grande Evelina Nemer Chamma, que morreu outro dia, serenamente, como bem merecia. Conheci a grande dama, já viúva do Jorge Chamma, dono da Companhia Siderúrgica Pitangui e da Sociedade Brasileira de Mineração, em casa de Lucianita Carvalho, a inesquecível número 1 da Rui Barbosa, chá para 4, dona Mena Fiala, mãe da Lucianita, também à mesa, tempo bom que não volta mais.
Na foto acima, impactante, o trio-frisson do primeiro time do Rio, só a Norma, hoje, permanece entre nós.
Tá vendo aquela estrela que brilha lá no céu? O nome dela é Evelina...



quarta-feira, novembro 09, 2016

A casa de Donald Trump em Nova York

Por incrível que possa parecer, o projeto de decoração não é assinado pelo brocado Sig Bergamin. A cobertura do novo presidente dos Estados Unidos, na mítica Trump Tower, é uma briga só de espelhos, e dourados, e sancas, e molduras, um MMA over que renderia uma "Architectural Digest" inteirinha, de capa a capa.
De repente, a gente acha que no recinto vão surgir a Ediala, a Tharcema, a Maria Eudóxia, três símbolos da mais pura opulência do charme carioca, que já partiram para os corredores celestes, e quem conheceu as casas delas saberá do que estou falando.
É tanto mármore, que eu nem te conto. Só você vendo. Tem tanto bronze, que até a Iara Andrade ficaria encantada.
Tire suas próprias conclusões.
Fotos: reproduções.







terça-feira, outubro 25, 2016

Para trabalhar na "Vogue" Brasil


Cininha me telefonou para contar que houve, na semana de moda carioca, uma palestra intitulada "O que fazer para trabalhar na Vogue". Isso mesmo. Não é invenção. O povo da maior jabazeira das publicações nacionais se acha a última Coca Cola do deserto, a fim de sentir-se citável em um case de marketing.
Pois eu tenho algumas dicas infalíveis para você que deseja trabalhar na "Vogue" brasileira.
1 - Seja servil feito o Bruno Astuto. Saia a lamber as pegadas dos ricos e famosos, sorrindo falso, feito nota de R$3;
2 - Predisponha-se a ser o carregador de bolsas da Donatinha Meierelles, diretora da revista. Ela precisa mais disso do que de marido;
3 - Venda, venda de tudo, venda até Jequiti, e depois saia a inserir seus produtos nas páginas da revista, em forma de jabá, como o calanguinho faz com os vestidos da marida.
Logo, logo, a turma da revista vai sacar você.
.
Cansei.

segunda-feira, outubro 17, 2016

Alguém pode me dizer que roupa horrível é esta da Sabrina Sato?


Ora (direis) ouvir estrelas: "é um Gaultier".
.
E daí, cara-pálida? É medonha, e ponto final.
.
(E vamos combinar que o Duda Nagle está com roupa de caixa do Bradesco, para uma festa do mundinho da moda)
.
Foto: Bruno Ryfer/reprodução.

quinta-feira, outubro 13, 2016

Terceiro time


O baixo-clero da alta sociedade carioca anda caindo de amores pelo presidente golpista e sua primeira-dama-bisneta. Está encantado com o banquete que o casal deu para os deputados em ternos Villa Romana. Marcela, recatada, já seria o suprassumo da elegância, na opinião das fulustrecas, que devem estar querendo ir arrastar seus longos da Casa Turuna no Alvorada.
Consta que até a colunista-nareba já teria apreçado uma van para levar a turma rumo ao DF, mas achou "muito caro".
A vassoura sai mais barato, fofa.

quinta-feira, setembro 22, 2016

Os caras brilhosas

'Cabei' de ver a entrevista dos espetaculosos do MPF e da PF e das caras brilhosas, na golpista GloboNews, sobre a prisão do Guido Mantega "pela garantia da ordem pública", e estou até agora encasquetado.
Por que não prenderam o cara brilhosa do Eike Batista também?

quarta-feira, agosto 24, 2016

Mais uma bola fora da "Vogue" Brasil

A meia-dúzia de leitores do blog sabe muito bem o que a turma aqui acha da edição brasileira da "Vogue", comandada pela editora Globo.A gente já disse que a turma de lá adora um jabá, que a lista das "mais elegantes" do Bruno Astuto é só formada por ricas que compram vestidos com a marida dele, que a revista, caipira e tupiniquim, privilegia as celebridades internacionais, em contraponto à edição americana, primeira e única, que louva as nossas deusas, como a Taís Araújo, por exemplo.
.
Agora, a quarta-feira amanhece com uma campanha xexelenta promovida pela revista, em conluio com a agência África, do marido da diretora Donata Meireles - a panelinha é de barro e extensa.
.
Pois o Nizan Guanaes e sua turma, mais as jabazeiras perfumadas da "Vogue", resolveram pegar carona na Paralimpíada, e lançaram uma campanha para ajudar na promoção do evento. Como modelos, não escalaram dois atletas da competição (desconhecem a beleza do canoísta Fernando Fernandes, por exemplo), mas a Cleó Pires e o Paulinho Vilhena. Paulinho Vilhena!!!!
.
Alegaram os da revista e os catimbozeiros da África que não chamaram atletas de verdade para "dar mais visibilidade" à causa dos deficientes físicos. Sim. Mas para isso arrancaram, no Photoshop, um braço da Cleó e uma perna do Paulinho. Isso.
.
Não preciso dizer a você que o nome "Vogue" subiu aos altos tópicos negativos do Twitter, com todo mundo marretando a revista, e com razão.

Veja você a foto, e tire suas próprias conclusões.

Abaixo, a sugestão da turma do Twitter para a próxima campanha da revista.


sexta-feira, julho 01, 2016

Conclusão da redação da "Vogue Brasil":

"Aqui, a gente não cria nada. Aqui, a gente o que faz é copiar. Copiar, de preferência, da  Anna Wintour. Aqui, a gente também faz muito jabá, aumentando os ganhos 'por fora' dos nossos 'jornalistas'".

DEU NA "FOLHA DE SÃO PAULO"
A famosa e premiada artista plástica Adriana Varejão publicou nas redes sociais a denúncia de que a "Vogue" brasileira copiou uma sua obra, da série Saunas, para ilustrar a capa da edição de julho 2016. O que foi que a "Vogue" respondeu? Que não era plágio, mas sim inspiração, e que, inclusive, a publicação teria citado isto em suas páginas.
Esse povo da "Vogue" se acha a última Coca Cola do deserto. Pensa que todo mundo é caipira e fica lisonjeado por sair na revista. Acham-se intocáveis. Como se tivessem o direito de tomar de assalto a obra de uma artista de renome internacional, como é a Varejão, e sem pedir autorização, pôr na capa e vender mais revista. 
Agora, a Varejão quer indenização. Não viu como louvor, e não precisa desse tipo de "homenagem".
 

quarta-feira, junho 29, 2016

quarta-feira, junho 01, 2016

De conde a vereador: Chiquinho Scarpa é candidato em São Paulo



Filho da saudosa Patsy Scarpa (no alto), uma das mulheres mais elegantes de São Paulo, característica, aliás, que ele não herdou, o chamado "conde" Chiquinho Scarpa, de uns tempos pra cá, virou ferrenho crítico da presidenta Dilma e do PT, com comentários raivosos nas redes sociais, mais precisamente, no Facebook, onde mantém página que ele, aparentemente, mesmo edita e é seguido por milhares de pessoas.
.
Cliente da advogada porralouca Janaína Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment da presidenta da República, agora Chiquinho escancara qual de fato é o tamanho da sua "indignação": ele é candidato a vereador em São Paulo pelo PRB, partido do Bispo Macedo.
.
Ele diz que não: que suas críticas não tinham interesse político, mas que teria sido o governo deposto o responsável por sua tomada de posição a favor da carreira de parlamentar.
.
Agora, é aguardar para ver se será eleito, e quais serão seus projetos.
.
Só não pode é propor a distribuição gratuita de botox para a população...

domingo, maio 22, 2016

Liégüe deve estar pê da vida, fumando sem parar...

É que o "Fantástico" a citou, com o chaveirinho, como "fã" tipo anônima do Cauby Peixoto, numa cena de fim de show, no camarim, e não como "famosos" feito Patrícia Pillar e Cristiane Torloni, também focalizadas na reportagem póstuma.
.
Esse tipo de coisa, pra gente pretensiosa, é a morte.

segunda-feira, maio 16, 2016

Cauby era nossa Ella Fitzgerald...

Foto: Marco Maximo

NÃO É PRA QUALQUER UM.
Vi Cauby cantando na Lapa, no Buraco da Lacraia.
Ah, e também o vi executando um lariri na boate da Laura de Vison, na Rua Santa Luzia, Via Ápia.
No Rio do início dos loucos anos 80...

terça-feira, maio 03, 2016

Espera que Donatinha inanimada vai surgir com um paramento parecido com este, ela que pensa que é a Anna Wintour brasileira, só pensa, porque as catimbozeiras da Bahia a enganaram...


Anna Wintour, a "diaba", vestida (de Chanel) para matar, ontem, no Metropolitan, Nova York, recebendo toda a vipaiada que conta na moda e no cinema para o seu baile de gala anual... As passivas da Gávea não foram convidadas. Aliás, passiva com passiva fazem o quê? Vão pra sauna! Rsrsrsrs.
.
E me poupe dessa história de "semana de moda" na Marina da Glória! Criatividade, gente, Marina cheira a penico. A Praça Mauá no centro da espantosa audácia do design, e as betes ainda querendo esticar na pegação do Aterro...

sexta-feira, abril 22, 2016

Leia nota da ONU em favor da presidente Dilma. O editor do "Jornal Nacional" fingiu que não leu

NOTA FOI EXPEDIDA HOJE, 22/4, APÓS O DISCURSO DA PRESIDENTE.
.
VEJAMOS:
.
"A soberania popular, fonte única da legitimidade numa demoracia, foi entregue a Lula e em seguida à senhora, presidenta Rousseff, através de um mandato constitucional, que se traduziu em governos comprometidos com a justiça e a igualdade. Nunca, na história do Brasil, tantos e tantos de seus compatriotas conseguiram fugir da fome, da pobreza e da desigualdade. É significativo também para nós os passos determinantes com que suas gestões reforçaram a nova arquitetura de integração da nossa região, da Unasur à Celac. 
.
"Conhecemos o esforço dos tribunais em perseguir e castigar a cultura de corrupção, que tem sido historicamente a parte mais opaca do vínculo entre interesses privados e as instituições do Estado. E a temos [Dilma] visto apoiando permanentemente essa missão, com a valentia e a honradez que é a marca de sua biografia, apoiando a criação de nova legislação mais severa e instituições repressivas mais fortes. 
.
"É por isso que nos choca ver, hoje, antes de sentenças ou provas, servindo-se de vazamentos e de uma ofensiva midiática linchatória, que se tente demolir a sua imagem e o seu legado, ao mesmo tempo em que se multiplicam os esforços para reduzir a autoridade presidencial e interromper o mandato que os cidadãos lhes deram nas urnas."

.
(Fonte: O Progressista. Tradução: Miguel do Rosário)

Veja fotos da visita do príncipe Obama ao menino príncipe George, da Inglaterra...



quinta-feira, março 24, 2016

E se a Odebrecht soltasse uma lista dos codinomes dos jornalistas jabazeiros?

"Jabazeiro", no jargão do jornalismo, é o jornalista que leva um pixuleco embaixo dos panos.
.
Por exemplo, no Rio, na lista dos codinomes da Odebrecht, teríamos o "Traficante", que vendia ecstasy na redação, e "o" Wilza Carla, que adora um pastel. Teríamos, também, a Caroline de Mônaco, que se acha, o Carequinha (mais por ser palhaço do que pela falta de cabelos), e mais, e mais.
.
Cansei. Tem um coxinha perto de mim.
.
.
.
PS. Em breve, tudo sobre a adesão do colunista Calango ao candomblé. Ele virou no santo, na casa amarela, e alguém mandou chamar a Lícia Fábio na Bahia. Ela perguntou à "entidade": "qual é seu nome"? A resposta, você saberá em breve...

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

E-mail de leitora cliente do Itaú

"Marcio, sou leitora assídua do seu blog, que é ótimo, e tenho uma coisa pra contar: sou cliente do Itaú desde 1980. Devo, no Cartão Itaú, 4.900, e no cheque especial, 4.300. Ou seja, nem 10 mil reais. Ando inadimplente, perdi renda com essa crise. Aí recebi um e-mail do banco me chamando para "renegociar" a dívida. Sabe o que o Itaú me propôs? 48 prestações de quase 800 reais. Quase 32 mil reais!!! Aí fica fácil ler que o Itaú lucrou bilhões e bilhões em 2015, né..."
.
Não identifico a leitora, pois ela pediu anonimato.

sexta-feira, janeiro 08, 2016

O fremir virilha acima do marido da Veveta


Ivete Sangalo, que já foi sem galo, mas hoje detém os direitos de cama, mesa e banho sobre o moreno Daniel Cady aí da foto, "baita garnizé", diz Cininha, desde já, é a dona da principal candidata a frase do ano de 2016, com a sua "quem é essa aí, papai?", que fulminou uma loura de terceira classe, outro dia, na Bahia (em que outro lugar?).  Até a griffe Reserva já lançou, foto abaixo e aqui, camiseta com a tal oração.
.


O que parece, a tal oxigenada, popuzuda que já declarou desejo de posar nua (né boba, não), flertava com o marido da cantora enquanto Veveta fazia um show. E a reação da Ivete se entende por óbvia: flerte quase nunca é unilateral, e Daniel não é algo santo a ponto de não sentir o habitual fremir masculino virilha acima, que apita no automático ao ver, mesmo de longe, uma loura coxuda com cara de fenemê - a cara é o que menos importa, o fremir, no outro lado da cerca, é pelo derrière, capital humano sempre em alta.

.
Ivete não é cafona feito a calopsita da Joelma, e não estende o assunto. Se houve unhada dela no braço tatuado do marido, isto aconteceu dentro de casa.
.
O que não pode é a loura querer sentar no sofá da Fátima Bernardes só por isso. Aí Veveta reage: constituiu advogado para proibir a louraça fenemê de tocar em seu nome e no do marido.
.
E que a fenemê vá chorar no programa da Sonia Abrão!
.
PS. Daniel Cady não vive à sombra da mulher: é nutricionista conceituado e tem um programa de dietas que faz muito sucesso na internet.
.
PS2. Já se fala que a loura que se apresentou como pivô do quiproquó Sangalo-papai, personagem da crônica acima, nem estava no evento, portanto, seria uma falsiane fenemê.

terça-feira, dezembro 01, 2015

A piada da lista das "mais elegante$ de 2015", do Bruno Astuto, na "Vogue Brasil"

1 - Cleuza Ferreira, dona da Magrella, de Brasília, tem contrato de revenda dos produtos do Sandro Barro, "marido" do Bruno;
.
2 - Eleonora Halpern Xando, caixa alta paulista, é cliente do Sandro Barro, "marido" do Bruno;
.
3 - Renata Queiroz de Moraes, caixa alta paulista, é sócia capitalista do Sandro Barro, "marido" do Bruno;
.
4 - Tania Derani, caixa alta paulista, é cliente do Sandro Barro, "marido" do Bruno;
.
5 - Cris Lotaif, caixa alta paulista, é cliente do Sandro Barro, "marido" do Bruno;
.
6 - Raquel Correa, caixa alta paulista, é cliente do Sandro Barro, "marido" do Bruno;
.
7 - Helena Bordon é filha da diretora da revista.
.
Evidentemente que não se quer dizer que nenhuma delas tem méritos para figurar em lista similar. Agora, que fica esquisito, fica. O que vai ter de rica comprando vestido no Barro, para tentar a lista da "Vogue" no ano que vem...
.
Resumo da ópera: entra equipe, sai equipe, e a "Vogue Brasil" não perde seu ranço de balcão de negócios.
.
PS. E nem falo nada do tom subserviente (até demais) que marca os textos - quando para este tipo específico de público - do repórter.
.
PS2. Ibrahim e Jacinto de Thormes pedem sais...

quinta-feira, setembro 10, 2015

Com vocês, o Castelo Hearst!

(ou A tia Serpa crente que está abafando...
.
O Castelo Hearst foi projetado pela arquiteta Julia Morgan, profissional bem conhecida no início do século 20 por seu estilo épico californiano. Inicialmente, a intenção de Hearst era construir um bangalô. Porém, Morgan o persuadiu a construir algo bem maior, no singular estilo renascentista, que era raro na época, nos Estados Unidos.
.
Hearst era um famoso colecionador de arte e de antiguidades, e muita gente acredita que ele construiu uma casa gigantesca para abrigar sua coleção. Por exemplo: na sua sala de cinema particular, as paredes eram  forradas com as capas dos livros raros que ele colecionava. Uma das piscinas cobertas mais espetaculares construídas na época, a Piscina Romana, teve como modelo os luxuosos banhos romanos.
A Piscina Romana é adornada com milhares de mosaicos folheados a ouro e decorados com topázios, imitando as antigas edificações semelhantes. Esta é apenas uma das duas piscinas da propriedade. A outra é uma piscina ao ar livre, inspirada na arquitetura de Roma e Grécia antigas, e uma das mais bonitas do mundo.
.
O Castelo Hearst possui mais de 56 dormitórios, 61 banheiros, 19 salas de estar e se estende por aproximadamente 5 km2 de jardins, piscinas ao ar livre e coberta, quadras de tênis, uma sala de cinema, um campo de pouso para aviões e helicópteros e o maior jardim zoológico particular do mundo
Nos anos 1920 e 1930, os convites para recepções no Castelo Hearst era disputadíssimos. Randolph Hearst era uma importante figura nacional, o influente proprietário das maiores cadeias de jornais em circulação da época nos EUA, “The San Francisco Examiner” e o “The New York Journal”.
.
Muitos políticos e artistas de Hollywood hospedaram-se no castelo, tais como Charlie Chaplin, Cary Grant, Clark Gable, Charles Lindbergh, Calvin Coolidge e Franklin Roosevelt, entre outros. Os convidados participavam de jantares formais e, durante o dia, eram deixados à vontade para usufruir dos confortos do local, como piscinas, jardins e a presença de zebras que circulavam livremente pela propriedade.
.
Quando a propriedade foi construída, foi também equipada com sua própria força policial e serviço de bombeiros, de maneira que, em caso de emergência, não era preciso esperar pelos serviços públicos de prestação de socorro. Havia também uma usina de eletricidade particular, construída para fornecer eletricidade ao castelo. Na verdade, a maioria dos lustres e candelabros do local exibe lâmpadas sem proteção porque a eletricidade ainda era novidade na época.
.
A Piscina de Netuno é o ponto alto da propriedade, oferecendo uma vista espetacular das montanhas, oceano e da casa principal. O pátio da piscina exibe a fachada de um templo romano inteiro, juntamente com outras belas esculturas.
.
A Piscina de Netuno foi refeita três vezes, até que Hearst ficasse satisfeito com o resultado. Em consequência de seus caprichos, o magnata não viveu para ver a conclusão de sua propriedade, que levou um período de 30 anos para ser construída.
.
 Após o falecimento do multimilionário, em  1951, a Hearst Corporation doou a propriedade ao estado da Califórnia, reservando à Família Hearst o direito de usá-la sempre que assim o desejasse. O castelo atualmente é um museu, mas os herdeiros continuam a utilizar uma determinada casa como refúgio particular.