Marcio.G

valorize seu tempo

quarta-feira, maio 27, 2015

Umas e outras...


sábado, maio 16, 2015

A bicha é tão falsa,...

feito nota de R$3 (bem barata), que, mesmo sendo racista até o último fio de cabelo, chama a Preta Gil de "irmã".
.
Dá vontade de vomitar.

quinta-feira, maio 14, 2015

O casamento da Preta Gil

Por Andre Porrastieri
Coluna Fora do Beiço

Não existem palavras na língua portuguesa para descrever o casamento de Preta Gil. “Do cacete”, “poutaquelamerda” e “o bem-casado tava mara!” são expressões, não palavras. Precisaríamos da precisão zombeteira de Kiko Zambianchi. Da capacidade de indignação de Luiz Carlos Alborghetti. Da compreensão do subdesenvolvimento de Alexandre Frota. Do ouvido apurado e brutal de um Serginho Chulapa.
Sem um milésimo do talento de nenhum deles, resta focar nos fundamentos do jornalismo: siga o dinheiro (galera do RH, cinco e meia tô passando aí, e sem desculpinha dessa vez!).
.
Quem pagou pelo vestido com trocentas pérolas vivas? A festa para 700 figurantes do Esquenta? Os 35 seguranças multiétnicos, os 14 lustres com cristais baccaralho, milhares de flores, whisky,  champagne e ex-maridos? O aluguel da Igreja Nossa Senhora do Carmo (recentemente rebatizada Igreja Nossa Senhora Dona Canô, por pedido de Caetano), a mais fina da cidade? A descrição é indescritível: “o grande movimento de carros nas ruas estreitas de Santa Teresa (rebatizada Santa Tereza Rachel por pedido de Wolf Maya) causou um nó no trânsito, já que os convidados param em frente à casa para entrar no evento. Alguns ônibus não conseguiram passar e passageiros desceram a rua escura a pé reclamando por terem dado de cara com Vera Loyola.”
.
Sabemos quem não pagou: o noivo, personal trainer, que está desempregado desde que colocou a noiva como o destaque do seu currículo. E sabemos o que não pagou: a carreira de Preta Gil. Tudo que ela toca vira Preta Gil. Grava discos que ninguém baixa, faz shows em que as pessoas pensam que ela está só fazendo sala até a Ivete chegar, não emplaca em mérdia nenhuma. Jamais decolou ou decolará, pois muito mais pesada que o ar. Pode andar 50 quilômetros por qualquer grande cidade brasileira e não será reconhecida – mas deveria andar mesmo assim, todos os dias.
.
Talvez papai e mamãe, Gil e Flora (alguém já batizou o casal como Floragil? Se não, é meu! Gostei, parece remédio pra flora intestinal, mas do tipo que solta o intestino)? Casamento de filha é oportunidade única para se exibir, e essa foi a terceira oportunidade única de Gil casar Preta. Mas esse não é só o casamento da filha de um homem rico, de um ex-ministro. É uma reunião de algumas das pessoas mais famosas do Brasil. Algumas muito amadas pelo povão. Outras sem fama, mas perfeitas ilustrações do que é feito o nosso país. 
.
E Preta Gil, em seu primeiro papel como protagonista. Desconhecia o casal Amora Mautner e Arnon Collor de Mello. Ela é filha acho que daquele Jards Macalé (não sei direito que apito toca), ele de Fernando Collor (jet ski, Presidência da República, supositório). A poesia alternativa, a tirania alagoense, novela, é tudo a mesma coisa. A arte no Brasil sempre acaba em farsa. E novela, em casamento. É, em farsa também.
Por isso é que o Rio continua sendo nossa verdadeira capital – tá lá aquele Jesuzão mostrando quem manda no Congresso atual. É o lugar da fama, do poder e do Biscoito Globo. Do dinheiro público, que move as engrenagens da fama e do poder (e do Biscoito Globo?). Ninguém nas nossas artes personifica esta proximidade proveitosa do poder tão bem quanto Gilberto Gil. Conforme sua carreira decaía, se transmutou em ongueiro, reggueiro, ministro e muleque piranha de dread. Graças às leis de incentivo à cultura, pintou uma graninha boa para o Gil assim que deixou o ministério – com ela, produziu os espetáculos “Gil Brilhante”, “Todo o Gênio de Gil”, “Paranauê É Com o Gil”, “Gil, o Shogun do Harlem” e “Gil, o Flagelo dos Deuses”.
.
Quando você embolsa dinheiro público para bancar seus corre artísticos, está fazendo um negócio, e ótimo, porque sem risco. Se ninguém aparecer para assistir ao filme que você produziu, dane-se, você já ganhou o seu. É o que acontece com 90% dos filmes bancados via lei de incentivo. E MESMO ASSIM O FÁBIO PORCHAT VEM RECLAMAR QUE TÁ PASSANDO “VELOZES E FURIOSOS 7 – KEEP PAUL WALKING” DUBLADO NAS CINCO SALAS DO MULTIPLEX DO BAURU SHOPPING EM VEZ DO FILME DE ABELHA DELE! Lei de incentivo compra a cumplicidade da classe artística, que a vende baratinho. Ontem mesmo arrematei a integridade artística da Claudia Leitte no Mercado Livre. Novinha, nunca usada.
.
Quem é chegado dos poderosos sempre garante suas bocadas. Juca Ferreira está lá no Ministério para garantir que o que tiver de verba, vá para as mãos “certas” (Maria Bethânia, estou vendo você aí, com as mãos “certas” estendidas… um vestido branco longo… pés descalços, os cabelos caídos sobre o rosto… Brrr…). O casamento de Preta pode durar para sempre ou acabar semana que vem, que é o que acontece frequentemente com esses enlaces espetaculosos. O descaramento é para sempre. E, no caso da Ângela Bismarchi, a virgindade também.
.
Não nos faltam só palavras para descrever o que foi esse casamento de Preta Gil. Nos faltam também escritores. Precisamos muito de alguém com o talento e a coragem para tranformar em literatura a seguinte notícia, de dezembro de 2014: “o Ministério da Cultura autorizou a captação de R$ 6,5 milhões de reais para a peça Gilberto Gil, o Musical.” Gilberto Gil, o Musical. Atores dizendo naquele jeito cantado trocadilhos como “Parabolicamará”, algum deles caracterizado como Punk da Periferia com cabelo moicano roxo, pulseira de tachinha e camiseta do Iron Maiden, e um ato inteiro de odes a um abacateiro… Stephen King, precisamos de você.
.
http://foradobeico.tumblr.com

sexta-feira, maio 01, 2015

Sônia Madruga assina a capa do novo CD do Ivan Lins

Aquarelista conhecida internacionalmente, a carioca Sônia Madruga acabou de marcar mais um pontaço: é de sua lavra a capa do novo CD do maravilhoso Ivan Lins. Veja a foto. Ivan ficou felicíssimo com o resultado, e já postou nas redes sociais uma dedicatória de agradecimento à grande artista.



quinta-feira, abril 30, 2015

Pedro Vedova, nova estrela do jornalismo na TV Globo


Ele é chique, bonito e inteligente, mas também é um craque na narrativa de suas notícias. Diz tudo em tom "de crônica", já li e concordei. Veste-se muitíssimo bem. Quando na GloboNews, levou uma saraivada na testa, na cobertura de um desses protestos populares, em 2013, ganhando um "galo" daqueles. Precisou de uma pitangada (intervenção dos pitanguys) que lhe devolvesse o charme. Virou notícia, marcou território.
.
Agora brilha em Paris, na equipe dos correspondentes do "Jornal Nacional", posto tido em alta conta no jornalismo das paragens tupiniquins.
.
E repare bem: não é aquele tipo de "jornalismo" rastaquera, que desvenda a vida dos pseudo famosos, lambe o chão das julianas paeses, e encerra as pretas 'giz' num pano de guardar confetes. É papo sério - Chalie Hebdoo everest acima.
.
Tem tudo para ganhar o lugar do tio Bonner, que, aliás, anda chato pra meireles.



terça-feira, abril 21, 2015

Tou bobo com a falsidade dessa gente

Acabei de ler o depoimento do colunista calango sobre o colunista amazonense Alex Deneriaz, que morreu prematuramente aos 52 anos.
.
Meu Deus! Pra que isso? Por que inventar uma "amizade" profunda que nunca existiu? Pra sair no jornal no Amazonas?
.
Gente, quanta cara de pau!
.
(Lembrei da minha amiga Lucianita Fiala de Siqueira Carvalho, primeiríssimo time carioca, que, ao se despedir de mim, antes de ir ao hospital para uma cirurgia cardíaca, de onde não voltou, pediu, pressentindo coisa ruim: "Marcio, não deixe que esse povo falso integre os anúncios do meu obituário"...)

segunda-feira, abril 13, 2015

Os looks mais pavorosos do baile da Amfar, em São Paulo

A Amfar, Fundação para Pesquisa da Aids, com escritórios em Nova York, Washington e Tailândia, faz todos os anos um baile reunindo gente famosa para angariar recursos pro andamento dos trabalhos. Este ano, a festa foi em São Paulo, e a turma da Amfar ficou assustada  com o volume de pedidos de ingressos de cortesia. Como a noite sempre é beneficente, muito pouca gente conseguiu ir sem pagar.
.
Entre os presentes, categoria em diversos naipes: alguns com muita, outros com pouquíssima, e mais alguns com nenhuma. Teve gente querendo levar talher de brinde - só pra você ter idéia do esquemão.
.
Separei o que avaliei como os modelitos mais pavorosos do rebu.
.
Kylie Minogue errou de fim de semana: achou que ainda era Páscoa 
(E o scarpin branco? O que você me diz?)

Juliana Paes pegou emprestada a roupa da pombagira 
que baixa no terreiro da sua avó, que é do catimbó 

Eterna miss simpatia
de funeral, Carolina
Dique-man foi vestida
de absorvente reciclado

Tainá Müller é linda, mas errou feio da cintura pra cima 

A japa vive se deparando com elogios mil, de que é "fashion",
"cool" etc, tudo da lavra das colunas calangas, e acredita.
Que roupinha mais desanimada, esta, para um baile de gala 

Naomi, coitada, até que se veste bem: sobre as passarelas.
Na vida pessoal, saiu do jeans, não sabe escolher roupa.
O que você quer que eu diga sobre esse vestido? 

 Léa T, mais conhecida como Lea Cavalão, podia
ter pedido à costureira para tirar 10 metros
de tecido desse vestido

Rômulo Arantes e Rodrigo Simas mereceram o troféu 
"palhaços da festa" com esse revisitar 
de um smoking. Paulistas fizeram muxoxo.

O colunista calango, com seu falso sorriso de permuta, 
mais uma vez, foi com o sapato errado

Saiba quem são os correntistas brasileiros do SwissLeaks, escândalo das contas numeradas do HSBC da Suíça


sexta-feira, abril 10, 2015

Pois é...


Lourdes Lemos de Moraes, a bailarina da alta sociedade, partiu para o andar de cima


Difícil encontrar, na alta sociedade carioca, mulher tão alto astral, tão de bem com a vida, como a Lourdes Lemos de Moraes. Era única. Como também a Lily de Carvalho fora um dia. Espirituosa, sorridente, leve. E isso, num grupo onde a maioria olha para o interlocutor sempre uns decibéis acima, faz uma estrondosa diferença.
.
Com Lourdes não tinha festa-muxoxo, mesmo que no elenco dos convidados estivesse aquela sovina do baixo astral e das sobrancelhas replicadas, que mora na Atlântica e quase não se aguenta em pé. Lourdes aplacava o mau humor. Era generosa. Rica, dava imóveis para amigas, como se fossem pirulitos de Cosme e Damião. Chegava e abalava, com seus olhos azuis vibrantes. Se tinha música, partia para a pista em uma verdadeira aula de aeróbica, e nunca parava.
.
Quando lancei o Calendário dos Bombeiros cariocas (à época também assinava a coluna social diária da "Tribuna da Imprensa"), fiz um evento no Paque Lage, e telefonei: "dona Lourdes, preciso da sua ilustre figura em minha festa. Quero ibope alto para meu projeto. A Sra. pode me dar o prestígio da sua presença?" Ela foi a primeira a chegar (foto acima). E saiu nos jornais ao lado dos soldados do fogo: "A locomotiva e os bombeiros".
.
Viveu muito, desviando dos puxa-sacos e sanguessugas. Segurou com dignidade a doença do marido, que sofreu em casa, de cama, por muitos anos. Era dona da Supergasbras e, durante uma época, assumiu os negócios, vendendo a empresa para um grupo estrangeiro.
.
Tanta tralha nesse "society" carioca, e Deus leva logo essa belezura. Poxa.

terça-feira, março 31, 2015

O edifício mais fantástico do mundo

Esta joia da arquitetura moderna fica em Taipéi, na China, tem 20 andares e 40 apartamentos de luxo, de 540 metros quadrados cada um. Colunas e pisos, muitas das vezes, são transparentes e dão vida ao jardim-pomar que circunda toda a construção.Árvores frutíferas  brotam das varandas e  janelas. A construção é ecologicamente correta, pois reaproveita água, trata esgoto, só consome energia solar. Trata-se de um jardim suspenso que tem sido premiado nos mais diversos concursos de arquitetura mundiais.








domingo, março 29, 2015

Câncer nos tira Beatriz Thielman. Morre a repórter da voz doce

Querida por todos, partiu hoje a jornalista da TV Globo Beatriz Thielman. Ela estava internada no Sírio e Libanês, cuidando de um câncer no peritônio. Que Deus aqueça sua alma e seu espírito.

sábado, março 28, 2015

O dia em que a "Vogue" brasileira virou a "Caras"

Que a revista "Vogue" brasileira entrou em decadência, há muito tempo, todo mundo sabe. Decerto que esse desacerto não se refere ao departamento comercial (venda de anúncios), afinal, o maior publicitário do País, cliente do José Dirceu, primeiro o meu, enfiou lá sua mulher como "diretora de estilo", que blasfêmia. Agora, editorialmente, valei-me minha Santa Regina Guerreiro! Quanta falta de noção.
.
Não digo nem sobre a autopromoção de sua equipe (o povo da redação adora aparecer em fotos publicadas na própria revista) e o jabá descarado dos vestidos e das clientes do sócio do colunista calango, misto de costureiro-puxador-de-escola-samba. Falo da carência de pauteiros.
.
A capa deste mês, com as atrizes da Globo e a chamada louvando os 50 anos da emissora, é de uma "Caras" de pau sem precedentes. Não cabe isso na "Vogue", gente. É o mesmo que o Bruno Astuto promover a Marcia Veríssimo na "Época", só porque ela é a promoter de suas palestras-xaropes no Village Mall. Troca de favores total.
.
A capa da "Vogue" brasileira deste mês ficaria muito bem na "Caras", "Contigo", "Tititi" ou "Minha Novela" (e a Globo tem a "Quem Acontece" para isso), mas na célebre revista de moda do grupo Conde Nast, não. E o pior é ler o editorial da Daniela Falcão, tentando justificar o injustificável, como se tivesse sido uma honra o "oferecimento" da Globo de "fotografar dez de suas maiores atrizes". Ah, para, Daniela! A Globo é a dona da Vogue! A Globo é quem manda, e ai de quem não obedeça! (Mas tenho certeza de que, se houvesse uma negativa, com justificativa, por parte da "Vogue" a quem "ofereceu" a pauta, aposto como se resolveria. O que não pode é ser subserviente numa hora dessas, em detrimento da revista)
.
Chegam a ser risíveis alguns trechos do "editorial": "Há propostas que você recebe para as quais é impossível dizer não" (...) "Quando a Rede Globo liga oferecendo a possibilidade de fotografar dez de suas maiores estrelas, à sua escolha, sem que você precise sequer se dar ao trabalho de coordenar agendas e negociar com agentes, não há possibilidade de dizer não. Ainda mais se essa tiver sido a maneira eleita pela emissora para passar seus 50 anos em revista." (...) "Muita gente vai estranhar a Vogue brasileira fazer uma capa com atrizes - já que vem sendo um norte da publicação priorizar modelos em vez de celebridades" (...) "Convite aceito, cabia à Vogue fugir do lugar-comum".
.
Rarará! A regra de modelos na capa, e não celebridades, é da Conde Nast, a dona da marca "Vogue" no mundo. E não digo que atrizes não saiam na capa da edição americana, carro-chefe do conglomerado. É claro que saem, mas com justificativa, pauta, furo, entrevista bombástica, alta expressão das focalizadas. Sem falar que os 50 anos da Globo já foram manchete até da TV Globinho...
.
E convenhamos que Angélica na capa da "Vogue" brasileira é deboche dos maiores. Só faltou a "rainha" do calango cevado, Ana Maria Braga.
.
.
Atualização das 14h48: peço desculpas pelos erros de edição no texto original - já sanados. Estou tentando aprender a postar com o smartphone, dentro de um trem bão mineiro.

quinta-feira, março 12, 2015

Aberta a temporada de colunistas a elogiar o Gilberto Braga para ter seus nomes citados na novela

Não que o Gilberto, que é craque, não mereça.
.
Mas observe só a maluquice dos coleguinhas. Ficam num alvoroço...
.
Cada melação é um flash.
.
(É que o Gilberto faz como poucos essa integração do mundo real com o virtual - foi ele quem inaugurou o estilo, aliás. Daí que, numa festa de uma socialite rica da trama, outra das colunas sociais reais pode muito bem aparecer, espera só. Eu mesmo já tive - sem elogiar, sem bajular - um projeto decantado na novela Celebridade, o calendário dos bombeiros, com os bombeiros-galãs de verdade a contracenar com o Marcelo Faria, o bombeirão da trama. Teve até festa na novela pra lançar "minha" folhinha. Veja AQUI.)

quarta-feira, março 11, 2015

O pessoal do Flamengo se acha


O Clube de Regatas Flamengo está selecionando "voluntários" para trabalho em seu departamento de Marketing. Isso mesmo: voluntários. Como se sabe, o Flamengo é um clube muito pobre, e não pode pagar salários.
.
Texto dando a dica, em busca de candidatos (que passarão ainda por uma seleção), foi publicado no grupo JORNALISTAS RJ, no Facebook. Printei.
.
Alguém foi dizer que o Flamengo é a "nação", o pessoal acreditou, e agora quer selecionar uns escravos.
.
Será que tem dedo do Luciano Huck nisso também?
.
.
.
Partindo de um polo a outro, o que dizer de um diretor de moda feito o da revista "Vogue Brasil", que se veste feito um taxista de aeroporto?

sexta-feira, março 06, 2015

ANGÉLICA EXPULSA DA UNIRIO. ANGÉLICA NASCEU PRO HUCK. E VICE-VERSA...



Outro dia foi o Luciano Huck, apanhado em flagrante fazendo apologia a pedofilia, com sua marca de camisetas para crianças. "Vem ni mim que sou facinha", dizia uma blusa para meninotas logo retirada do mercado. Houve pedido de desculpas e a lembrança daquele outro caso, do "Somos todos macacos", que o Huck também pegou (a frase) do racismo no futebol para estampar e vender camisetas. Chochado de novo.
.
Agora é a Angélica. Expulsa por excesso dos alunos da Unirio, afinal de contas, trata-se apenas de uma empregada da TV Globo, a loura me aparece com uma mucama a segurar seu guarda-sol. Pau nela nas redes sociais.
.
Aí eu te pergunto: tem necessidade de a Angélica andar com alguém segurando seu guarda-chuva?
.
Sabe o que é isso? Não? Explico: é que na vida há figuras rastejantes, como o colunista calango Bruno Astuto, que vivem a bajular quem tem poder e fortuna, e que têm a coragem e a cara de pau de escrever em jornais e revistas que o Huck e a Angélica são o "Royal Couple" do Rio. Como o William e a Kate!
.
Aí eles acreditam. E compram logo suas escravas.

A melhor sociedade carioca e o Flamengo estão de luto. Um câncer no pâncreas levou a fabulosa flamenguista Marcia Carrilho...


terça-feira, março 03, 2015

Revista "Isto É Gente" chega ao fim


A Editora Três demitiu toda a redação da revista "Isto É Gente", hoje. A publicação não sai mais. Só dava prejuízo. Um monte de coleguinhas desempregados...

terça-feira, fevereiro 24, 2015

A bolsa da Bethy Lagardère...

Cercada por bichas falsas na noite do seu aniversário, a milionária franco-mineira Bethy Lagardère (pronuncia-se Betí), em pleno desfile das escolas de samba campeãs, correu um sério risco de ter seus euros surrupiados. A turma era da pesada, mesmo. Alguém correu e avisou: "Bethy, segura a bolsa". Ela atentou.
.
Foto de Heloisa Tolipan/reprodução

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Da série "palavras que não consigo mais ouvir"...

F.U.N.C.I.O.N.A.L
.
Tudo hoje é "funcional". A nutricionista é funcional, o treino é funcional, a bicicleta é funcional, o tênis é funcional.
.
Culminou agora há pouco, no Facebook, onde li uma receita de "tortinha de chocolate funcional".
.
Havendo alguém que possa me ajudar a sair desse enjoo federal, aceitarei a colaboração...
.
Plasil, por si só, já não socorre mais.

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

Com a anunciada morte do Frankie Mackey, a Polícia vai investigar o segundo envolvido no crime?

Consta que Frankie não estava só. Há testemunhas. Houve alguém "de cabelos longos" que o ajudou a simular o enforcamento, depois da pancada que o assassinado levou na cabeça, com "objeto cortante", levantando o corpo do Amaury para prendê-lo a uma echarpe pendurada na porta, em volta do pescoço. Coisa que o Mackey, drogado, não conseguiria fazer sozinho.
.
É o que se diz.
.
A Polícia precisa ouvir a irmã do Amaury, que sabe de tudo.

quarta-feira, janeiro 28, 2015

terça-feira, janeiro 13, 2015

Maria Antonieta baixa em "jornalista" de "O Globo", e o estrago é total

A "jornalista" Silvia Pliz, de quem nunca ouvi falar, publicou hoje o que já pode ser considerado o texto mais arrogante de 2015. Debochando "dos pobres", como se fosse parte da aristocracia da Barra da Tijuca, a mocinha, que tem cara de fuinha, perdeu o fio da meada e ouriçou a ira da turma que não dorme em serviço.
.
Rodolfo Fernandes, o ex-diretor de redação do jornal dos Marinho, e até o próprio doutor Roberto, se reviram nos túmulos.
.
AQUI O LINK


domingo, janeiro 11, 2015

JE SUIS IPANEMA

.
Recorrentes arrastões na praia mais charmosa do Rio tiram a graça do verão carioca.
.
Foto: Folha de SP

Je suis Amaury Veras

.
Como assim? O colunista calango não está na frente, de braços dados com a Angela Merkel?
.
Cadê a Donata?
.
Cadê o Bruno e o André?
.
O Hermes não foi?
.
E o Barro?
.
Mas que comunidade internacional é esta que prescinde dessas figuras totalmente necessárias ao planeta?